quarta-feira, 11 de junho de 2008

dia hoje


Amar
Dar tudo
Não ter medo
Tocar
Cantar
No mundo
Pôr o dedo
No lá
Lugar
Ligar gente
Lançar sentido
Onda branda da guerra
Beira do ar
Serra, vale, mar
Nossa banda da terra é outra
E não erra quem anda
Nessa terra da banda
Face oculta, azul do araçá

(...)

A outra banda da terra, Caetano Veloso

Um comentário:

ana disse...

quadro bonito