sábado, 13 de dezembro de 2008

passagem

e talvez compreender que essa passarela tão estreita deva ser atravessada completamente só, como quem atravessa um coração ou uma vida inteira; e que este é um momento de passagem, de conhecimento tão profundo que só pode ser adquirido na total solidão de si mesmo. perceber a grandeza do instante sozinho é um dom e é preciso acreditar que tudo é uma questão de momento e que, dentro de dias, semanas, meses, anos, quiçá; mas dentro de uma margem de algo que se denomina temporário, alguém segurarará sua mão outra vez.