terça-feira, 31 de março de 2015

!

Regador

Fiz várias vezes
o mesmo caminho
até o conhecer
de olhos cerrados.

Aspirei a casa,
lavei a roupa, a loiça,
e chorei baixinho
enquanto esperava.

Não terás assim como perceber
que me esqueci de regar as flores.

(Luís Filipe Cristóvao)

sexta-feira, 20 de março de 2015

travessia

vou atravessar esta passarela como tenho atravessado tudo até aqui. não será fácil, não. não tem sido. ah, se você soubesse. se você soubesse da metade das coisas que devoraram meus dias, de quantos minutos compõem uma saudade, de quantas xícaras de café medem o tamanho de um ano. um ano, um ano, um ano. não canso de repetir. mesmo quando houver medo, vou atravessar. mesmo quando houver papéis em decomposição, vou atravessar. mesmo quando eu me engasgar com todas as palavras que você não disse, vou atravessar. vou atravessar esta dor como quem atravessa uma porta de vidro em alta velocidade e tudo se despedaça. milhões de pedaços de vidro vão cortar meus dias. mas eu continuarei inteira.

vai ser um erro. uma palavra. a palavra errada.


sábado, 7 de março de 2015

o amor


O amor, sem palavras. Ou. A palavra amor, sem amor. Sendo amor, ou. A palavra ou. Sem substituir nem ser substituída por. Si, a palavra si, sem ser de si gnada ou gnificada por. O amor. Entre si e o que se. Chama amor, como se. Amasse (esse pedaço de papel escrito amor). Somasse o amor ao nome amor, onde ecoa. O mar, onde some o mar onde soa. A palavra amor, sem palavras.

#arnaldoantunes

segunda-feira, 2 de março de 2015

domingo, 1 de março de 2015

(da julia panadés)


2.9

morte de tudo que veio, recomeço pro que virá. os pés caminham tortos sem saber, pois todos os caminhos percorridos já não servem. será preciso perder lugares, sim. será preciso perder pessoas, sim. será preciso perder. as bússolas, os mapas, as condutas estabelecidas: esqueça. tudo será novo.
os dias parecem se arrastar como um filme em câmera lenta. as próprias angústias talvez já não sejam mais angústias. é como se os sentimentos de agora ainda não tivessem nome, nem cor. escuridão total. a clareza virá mais tarde.
por enquanto, apenas pântano. perguntas. desconforto. não reconhecimento. coração que urge.

nascer dói.